DIA DO COZINHEIRO - ARCHESTRATUS - O PAI DA GASTRONOMIA

10/05/2013 14:08
 

Aproveitando que hoje é o Dia do Cozinheiro e a leitura do artigo de Stella Tsolakidou (http://greece.greekreporter.com), de 3 de março passado, "Archestratus e os Segredos da Gastronomia Grega Antiga", presto uma singela homenagem a esses (as) profissionais valorosos que, com maestria, fazem a nossa alegria, estejam aonde estiverem - numa casa ou num restaurante.

Quem foi Archestratus.  

Poeta da Grécia Antiga e filósofo de Gela - ou Syracuse Archestratus -, foi, muitas vezes, apontado como o "Pai da Gastronomia". Em seu bem-humorado poema didático Hedypatheia, escrito no século 4 aC, ele aconselha o leitor gastronômico da época sobre onde encontrar a melhor comida do mundo Mediterrâneo e revela os segredos da antiga cozinha grega.

Archestratus foi o primeiro a abordar a culinária como uma arte e faz referências a comer peixe e leguminosas e beber o vinho, ingredientes típicos de uma dieta grega saudável.

A origem da moderna palavra gastronomia (regras do estômago) é atribuído a ele, primeiro escritor gourmet da Europa.

De acordo com o arqueólogo grego Georgia Karamitrou-Mentesidi, Archestratus apresentou cinco regras de ouro sobre cozinhar e comer que são valiosos até hoje - vejam bem: na Grécia antiga!!!

1. Use matérias-primas alimentares de boa qualidade

2. Combiná-las harmoniosamente

3. Evite molhos picantes e especiarias

4. Prefira molhos mais leves para desfrutar de uma refeição

5. Use especiarias moderadamente, de forma a não interferir com os sabores naturais

Na Grécia antiga, as pessoas começavam o dia comendo algo simples como um café da manhã, que foi chamado "akratisma" e incluía pão embebido em um pouco de vinho. Por volta do meio-dia ou até mesmo no início da noite, eles comiam uma refeição rápida chamada "ariston", que incluía pão e azeite de oliva, talvez com frutas frescas ou secas, e vinho tinto. Antes do jantar, que era a refeição mais importante do dia, os gregos teriam algo como um lanche chamado "esperisma"."Dinner ou deipnon"  geralmente era uma festa onde todos pudessem desfrutar da comida quando acabava o dia.

Os antigos gregos são conhecidos por suas refeições simples e hábitos alimentares. Eles geralmente comiam cereais, trigo e cevada, e é por isso que Homer os chamou de  "comedores de pão". Acompanhavam o seu pão com cebola, azeitonas, frutas, ervas e doces. Outra comida favorita era o "etnos",  favas e lentilhas. Alho e queijo também foram regularmente incluídos em seus pratos, enquanto que o peixe fresco e salgado estava no topo da lista da sua nutrição. O consumo de carne, por outro lado, era considerada selvagem e, por conseguinte, raramente foi utilizada. No final de cada jantar, eles comiam uma sobremesa com frutas, mel e nozes frescas ou secas. O vinho era a bebida básica, misturado com água para evitar tonturas e  ser coadjuvante da conversa.